Domingo, 3 de Março de 2013
ASSIM VAI O MEU PAÍS

ASSIM VAI O MEU PAÍS

DESTRUIÇÃO DO PAÍS

Por: Lino F. Fraga

Alguns amigos dizem-me que tenho sido excessivamente violento e acintoso, nos meus artigos, sobre o desgoverno do “Eng.” Sócrates.

Discordo e devo dizer que não retiro uma vírgula ao que tenho escrito, por uma simples razão, até hoje nada do que escrevi, é, ou foi, mentira e como na política as verdades são para serem ditas, tudo correcto. Como dizia Antero de Quental em 1865 «O entusiasmo é bom, porque eleva o espírito; mas a crítica é melhor ainda porque o esclarece».

A confirmar que tenho razão, como se isso fosse necessário, são as palavras do Bispo D. Carlos Azevedo, porta-voz da conferência Episcopal Portuguesa, que acusa o governo de mentir, de ludibriar os portugueses, de marketing para captação de votos e de cedências a interesses imediatos.

Os “socialistas” sempre, desde Soares, dizem uma coisa na oposição e fazem o seu contrário quando chegam ao poder. Quem meteu “o socialismo na gaveta”? (Soares).

Quem colocou o País num pântano? (Guterres)

Quem prometeu baixar os impostos e o desemprego e fez o contrário? (Sócrates)

Estes senhores, sempre que vão ao poder, têm destruído Portugal, política, económica e socialmente falando.

Destruíram a economia, a justiça, a saúde, a educação, o direito à vida com a Lei do aborto, o pilar fundamental de qualquer sociedade, que é a família, com uma malfadada Lei do divórcio e agora é uma hostil e desenfreada campanha contra a Igreja Católica.

Quando os portugueses deram a maioria ao PS, pensaram que iam melhorar em relação ao governo de Santana Lopes, passados mais de três anos o que melhorou? Nada!

Os serviços públicos mais caros, o desemprego a aumentar, mais listas de espera nos hospitais, os medicamentos menos comparticipados, o custo de vida cada vez mais caro, nomeadamente os bens essenciais como o pão, leite, arroz, farinha, a água, etc.

Todavia, os salários e as pensões, não acompanham a inflação e os portugueses cada vez estão mais pobres, aliás, somos os mais pobres da Europa dos 15 e na cauda dos 27.

Foi para isto que os portugueses votaram no PS e em Sócrates? É óbvio que não!

A única coisa que Sócrates fez, foi a redução do défice, mas fê-lo à custa da subida dos impostos dos contribuintes e não diminuindo a despesa pública como seria óbvio.

Eu fui criado a ouvir dizer que Salazar tinha os cofres do Estado cheios de OURO. Até talvez era verdade, mas o certo é que a população vivia quase na miséria. Também agora não interessa aos portugueses o défice ser mais baixo se vivem pior, muito pior.

O que se passou na Escola Carolina Michaellis, a insegurança cada vez maior no país e a evasão de uma esquadra da PSP em Odivelas são exemplos, flagrantes, do estado de decadência acelerada em que se encontra a sociedade portuguesa.

Até quando vamos suportar este estado de coisas?

Será que somos mais apatetados que os restantes europeus?

 

P.S.: Estou estupefacto com a notícia da morte, súbita, do meu amigo Pedro Fraga Nunes. Não encontro neste momento palavras adequadas para me exprimir, apenas me ocorre enviar as minhas sentidas condolências à família enlutada.

Pedro, Deus já te tem, lá encima, no Céu, junto da tua Aurora.

Perdi um bom amigo de longa data. Paz à tua alma.



publicado por LFF às 22:31
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

...

...

ASSIM VAI O MEU PAÍS

OLHAR REALISTA SOBRE A VI...

SOCORRO SENHOR PRESIDENTE

SER LIVRE IMPLICA TER COR...

SÓ NOS AÇORES

LEI DA ROLHA "TAMBÉM" NOS...

CRÓNICAS DA MINHA TERRA

HAJA VERGONHA

arquivos

Dezembro 2013

Março 2013

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds