Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008
CORVINOS SÃO AS PESSOAS DO CORVO.

(Corvino?) São corvinos as pessoas do Corvo, floretinos das Flores, faialenses do Faial, etc. Não admira que algumas pessoas do continente português não saibam, porque até ainda há quem pense que se pode vir de comboio para os Açores.

Para saber que 144km/h é superior em 30km/h a 114km/h, não é necessário ter conhecimentos científicos sobre meteorologia, aliás, as pessoas do Corvo, corvinos, até têm bastantes conhecimentos sobre o tempo devido, às condições atmosféricas que enfrentam ao longo dos séculos, de tal modo, que até têm ideias muito bem definidas sobre aqueles em quem mais acreditam, no que se refere aos apresentadores da previsão.

As pessoas do Corvo, corvinos, não se deixam amaciar, nem correm atraz de ninguém, pela simples razão de serem pessoas inteligentes, frontais, honestas, verdadeiras, que assumem de frente aquilo que dizem, não falam pelas costas e muito menos se escondem do que quer que seja.

O autor deste blog, tem uma profissão que gosta e que sempre quis ter, para a qual tem habilitações mais que necessárias e suficientes, não tem ambições a outros empregos, não caiu de pára-quedas nos Açores e muito menos véu para os Açores à procura de cargos, que no continente não teria possibilidades por incompetência, nem para saltar por cima de colegas.

Se existem duas Estações, com instrumentos que dão valores do vento diferentes e nada se faz para corrigir o erro, então existe incompetência.

De quem? Não sei!



publicado por LFF às 12:15
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De A.Freitas a 1 de Março de 2008 às 02:07

A COISA MAIS ÓBVIA

Meu Caro Gerreiro (Corvino? É mesmo, tem a certeza?)

Após nove dias (9) de reflexão as sua ideias clarearam e,
finalmente, decidiu-se (quem espera sempre alcança)!

Bom, várias coisa parecem certas:

1-Acredita que são corvinos as “pessoas do Corvo, florentinos das Flores, faialenses do Faial” e, por aí fora;
2-Crê ferverosamente que os continentais pensam que se pode “vir de comboio para os Açores” (seria bom para o Corvo não? afinal, também os corvinos poderiam apanhar o comboio de volta...);
3-Infere-se que é uma pessoa do Corvo que não caiu de pára-quedas (!) nos Açores;
4-Infere-se também que não veio para os Açores à procura de cargos,
pois já cá estava (!) procurando-os;
5-Gosta de falar sem contraditório, pois limpou diligentemente – nove (9) dias antes - o comentário à sua primeira calúnia, comentário esse sobre o qual disserta...
6-“As pessoas do Corvo... são pessoas frontais, honestas, verdadeiras, que não falam pelas costas, que assumem de frente aquilo que dizem e muito menos se escondem do que quer que seja” mas, o nosso Gerreiro não é (Corvino)!!

Sabe, concordo perfeitamente com o corvounico (é seu colega?) e, digo-lhe,
que fica muitissimo mal retirar os comentários que não lhe são favoráveis!

7-De facto (você, não os corvinos!) gosta de “amaciar”: elogia constantemente os seus conterrâneos para, no fim, apelar à solidadriedade dos mesmos! Daí,
8-apresentar apetência saloia para actividade populista rasteira!
9-Apresenta grande frustração, complexo de inferioridade e aptidão para a calunia;
10-Fica clarissimo que está menos preocupado com o vento do que excitado com a ideia de caluniar escondido atrás de reservas&biosferas&conversasdecafé;
11-Não gosta NADA de meteorologistas (Porque será? Quiçá, alguma paixão não resolvida!);
12-Mas a coisa mais obvia é que, de facto, é um IGNORANTE em questões de observação meteorológica (e já nem falo em meteorologia...);

Meu amigo, procure tratar-se! Olhe que com blog assim, os corvinos ainda apanham o TGV para Madrid!

Coordialmente.
A.Freitas

PS. Despeço-me de vez, pois isto é deveras desinteressante e o seu blog miserável!


De LFF a 3 de Março de 2008 às 12:35
Meu caro(a) A.Freitas
1 - Quem percebe minimamente como se “faz” um blog, e, não é ignorante sobre a matéria, sabe que se pode utilizar várias soluções, entre as quais os comentários só serem publicados depois de serem filtrados (censurados), o que não foi, não é e não será o caso.
2 – Retirei o comentário quando retirei o post, e, tive a humildade de reconhecer que tinha exagerado, pelo que pedi desculpa.
3 – O meu último post, deve o condão de conseguir duas coisas:
1º. Fez estalar o verniz, o que se calhar se pode deduzir, que o senhor(a)(s), tem culpas no cartório;
2º. Os pescadores, por vezes levam dias inteiros a engodar e a lançar isco e o peixe não se atira ao anzol, neste caso, bastou um pouco de isco, para caírem que nem patinho(s), Aliás, peixinho(s) e ficar-se a perceber que quem comentou o post, caiu de pára-quedas nos Açores, que véu com o intuito de espezinhar algum(s) colega(s) para usurpar algum tacho que no rectângulo e por vias legais não conseguia. Deve ter traumas, físicos ou mentais, mal resolvidos.
3 – O post, também serviu para ensinar um pouco de geografia, mas infelizmente, no que diz respeito a construção de testos em língua portuguesa, não conseguiu, só nas Escolas.
4 – Só não vou revelar o nome do funcionário que deu a informação correcta, para este não seja vítima de perseguição de alguém que se arma em chefe do que realmente não é. Da minha parte ponto final, parágrafo.
Cordialmente


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

...

...

ASSIM VAI O MEU PAÍS

OLHAR REALISTA SOBRE A VI...

SOCORRO SENHOR PRESIDENTE

SER LIVRE IMPLICA TER COR...

SÓ NOS AÇORES

LEI DA ROLHA "TAMBÉM" NOS...

CRÓNICAS DA MINHA TERRA

HAJA VERGONHA

arquivos

Dezembro 2013

Março 2013

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds