Domingo, 24 de Maio de 2009
AO QUE ISTO CHEGOU

CRÓNICAS DA MINHA TERRA

Quando em Maio de 1974 o PPD foi fundado, logo se impôs ao eleitorado português, pelo seu programa e pelo carisma do seu principal fundador Francisco Sá Carneiro. O mesmo aconteceu depois nos Açores, pela mão do Dr. Mota Amaral, chegando mesmo a se organizarem núcleos em algumas ilhas, por iniciativa própria dos seus habitantes e sem qualquer interferência exterior, um caso que só sociologicamente poderá ser analisado.

Com a aprovação da Constituição da República, que incluiu a Autonomia Regional, da qual o PPD foi o principal arauto, contra uma esquerda desconfiada, seguiram-se várias actos eleitorais, entre eles as primeiras eleições regionais e autárquicas, respectivamente, em Julho e Dezembro de 1976 e que deram estrondosas maiorias ao PPD em todas as ilhas. Se a memória não me atraiçoa, nas autárquicas, o PPD só perdeu a Câmara Municipal de Santa Cruz das Flores para o CDS.

Dado o reduzido universo eleitoral, o primeiro resultado a ser conhecido nas autárquicas e consequentemente a primeira Câmara e Assembleia Municipal a serem eleitas, em todo o País, foi no Concelho do Corvo e para o PPD, com grande orgulho dos seus militantes e simpatizantes.

Passados 35 anos sobre a fundação do PPD o que é que vemos, hoje, no Corvo?

Um PPD/PSD, que teve que se coligar nas ultimas autárquicas, com o CDSPP, sendo deste partido o cabeça de lista.

Um PPD/PSD, remetido para um vergonhoso quarto lugar, nas ultimas Regionais e pior que tudo isso, não é capaz de ter um candidato, “ganhador”, para apresentar às próximas autárquicas.

Porque chegou o PPD/PSD, no Corvo, a tão vergonhosa situação?

A quem devem ser assacadas as responsabilidades de tamanho descrédito?

Eu sei que, agora, é muito fácil atirar culpas para cima dos actuais dirigentes de ilha. Mas, o grande mal do PPD/PSD, já vem de há muitos anos, é muito anterior aos actuais dirigentes tomarem conta do partido e sem que os lideres nada fizessem para inverter a situação.

Quando o partido começou a acumular derrotas, porque não se teve a coragem de atribuir responsabilidades a quem efectivamente as tinha?

Será que foi por negligência, desinteresse ou impotência dos dirigentes regionais?

Como é possível, que se chegue ao ponto, da líder do PPD/PSD dos Açores tentar convencer um militante do CDSPP para encabeçar uma lista de coligação à Câmara Municipal do Corvo?

Por coincidência, ou talvez não, o convidado do CDSPP, é um dos fundadores do PPD que, como muitos outros, foram marginalizados e afastado do PPD/PSD, só por terem cometido o delito de serem mais inteligentes e não se deixarem levar por aqueles que queriam dominar o partido para se servirem e nunca para servirem, nem o partido, nem a ilha.

Bem me apetecia, escrever sobre os grandes responsáveis pela situação a que o partido chegou no Corvo, porque durante décadas, foram esses interesses pessoais e de grupinhos, que falaram mais alto que os interesses colectivos do partido e da ilha.

Mas, não o vou fazer por duas razões:

Primeiro, porque se há tipo de animais que me repugnam, são os rastejantes, que além de repelentes, não têm cerviz e adaptam-se a qualquer buraco, conforme as conveniências;

Segundo, porque poderia inadvertidamente, atingir pessoas que muito prezo e familiares que não tiveram opção na escolha dos seus progenitores.

Em 1912, o republicano Porfírio Rodrigues, em pleno arrependimento escreveu: “Se eu soubesse que a Republica que tinha idealizado era a porca que me saiu, não me tinha sacrificado”.

Hoje, muitos dos que fundaram o PPD no Corvo, com muito empenho, dedicação e sacrifício têm razões profundas para pensarem o mesmo em relação ao partido.

Os já falecidos, de certo estarão às reviravoltas nos seus túmulos por tão indigna situação. Os ainda vivos, assistem com tristeza ao afundamento do partido que, modesta e desinteressadamente, também ajudaram a fundar, o qual foi o principal sustentáculo da nossa Autonomia.

 



publicado por LFF às 15:08
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

...

...

ASSIM VAI O MEU PAÍS

OLHAR REALISTA SOBRE A VI...

SOCORRO SENHOR PRESIDENTE

SER LIVRE IMPLICA TER COR...

SÓ NOS AÇORES

LEI DA ROLHA "TAMBÉM" NOS...

CRÓNICAS DA MINHA TERRA

HAJA VERGONHA

arquivos

Dezembro 2013

Março 2013

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds